ÚLTIMAS

A história de superação de uma mãe desenganada pela medicina


Foto: Léo Rodrigues/Propagar News

Léo Rodrigues 


Há 10 anos, a mamãe Denise teve um tumor no cérebro, o que fez com que ela também tivesse hidrocefalia - doença que causa acúmulo excessivo de líquido dentro do crânio e que leva ao inchaço cerebral. Por conta do tumor, os médicos não sabiam que era hidrocefalia.


Denise perdeu os movimentos, ficou sem falar e teve que ser afastada do trabalho por um período. Os médicos descobriram o problema e ela deu início ao tratamento. A medicação era muito forte e por conta disso, o sonho de engravidar foi esmorecendo.


Mas o seu Isaac veio. Ela voltou a trabalhar e continuou se tratando. O médico disse que a sua gravidez seria muito complicada e o parto não poderia ser normal devido a uma válvula na cabeça.


O médico também informou que chegaria um momento em que seu marido teria que escolher entre mãe e filho. Mas Denise não perdeu as esperanças. “O sonho de ver o meu filho era muito grande porque ele já era amado, esperado,” contou.


Correndo vários riscos de vida, Denise foi forte e conseguiu trazer Isaac ao mundo. “Eu só conheci meu filho 5 dias depois de tê-lo, porque tanto eu tava numa UTI como ele também. Mas valeu a pena. Meu bebê tá lá, é lindo, tem 1 ano e 4 meses. É a felicidade da casa, é o nosso pequenininho”, agradeceu, muito emocionada.


Nenhum comentário