Lançada segunda edição do Fetran em Feira de Santana

Secom | Foto: Divulgação

Pelo segundo ano consecutivo, o Festival Estudantil Temático de Trânsito, Fetran, movimenta escolas de Feira de Santana. A solenidade de lançamento aconteceu na tarde desta sexta-feira, 13, na Escola Municipal Maria Antonia da Costa, no bairro Santa Mônica. Até dezembro, os estudantes de 1º ao 5º ano de cinco escolas municipais terão a educação no trânsito como um dos principais temas de suas aulas. De forma interdisciplinar, o assunto poderá ser inserido em quase todas as áreas do conhecimento.

Serão envolvidos estudantes das mesmas unidades de ensino que participaram no ano passado – Maria Antonia da Costa, Otaviano Ferreira Campos, Antônio Alves Lopes, Dr. João Duarte Guimarães e Pai e Mãe. O ideal é que cada escola participe do Festival pelo menos dois anos – esta é uma maneira de potencializar os princípios por uma cultura de trânsito mais seguro na vida de toda a comunidade escolar.

O Fetran é iniciativa da Polícia Rodoviária Federal, PRF, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação. O festival propõe atividades envolvendo estudantes de escolas públicas visando à conscientização a respeito do perigo oferecido pelo trânsito. Criado em 2004 e desenvolvido em diversas regiões do Brasil, o Festival Estudantil Temático motiva o desenvolvimento de atividades criativas sempre com foco no trânsito.

A iniciativa é divida em três etapas: lançamento, desenvolvimento e encerramento. Agora, os professores da Rede Municipal de Educação participarão de uma formação na qual serão instruídos sobre os quatro eixos do Fetran: sensibilização, leitura de imagens, urbanidade e estatística e meios de transporte. Estes são os assuntos que darão base ao tratamento do tema durante as aulas.

Para Michelle Alencar, policial coordenadora do Fetran em Feira de Santana, os resultados alcançados com a primeira edição são o que reforçam a necessidade de mantê-lo nas escolas. “Eu recebi um relato de uma das diretoras envolvidas no último ano sobre alguns alunos que foram até a diretoria da escola para reclamar sobre colegas que não estavam utilizando a passarela ao atravessar a rodovia. É isso mesmo que queremos. Quanto mais cedo eles tiverem essa consciência, melhor”, avalia.

O secretário de Educação, Marcelo Neves, esteve presente ao evento, representando o prefeito Colbert Martins Filho. Ele reforçou a importância de se tratar da segurança no trânsito nas escolas. “Na época em que eu fui à escola, não tínhamos um tema como este sendo discutido. Isso aqui é um privilégio para as crianças. Quero parabenizar a todos os envolvidos por esta iniciativa”, declarou.

Ele e o chefe da 2ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal em Feira de Santana, inspetor Althemar Brandão, assinaram o termo de colaboração mútua para a realização do Festival.

Para Tamara Rabelo, coordenadora pedagógica da Maria Antonia da Costa, tratar deste tema com crianças nesta idade funciona como uma garantia de um trânsito melhor para todos no futuro. “Mesmo sem carro, eles são parte do trânsito. Eles aprendem sobre como se comportar quando estiverem nas ruas. É ótimo que eles cresçam habituados a esta consciência”, relata.

Diversas autoridades marcaram presença no evento. Além do secretário de Educação e do chefe da 2ª Delegacia da PRF em Feira, compuseram a mesa de abertura do festival: Maurício Carvalho, superintendente Municipal de Trânsito; inspetor Carlos Santos, chefe da Unidade Operacional da PRF em Feira; Ludmila Vilas Boas, delegada adjunta da Polícia Civil de Feira; e capitão Márcio Cardoso, representante do Comando Regional Leste e da 65ª Companhia Independente da Polícia Militar.